Archive for the ‘Marvão’ Tag

Um nome ao contrário   2 comments

Fico tranquilo
Com tudo o que existe
Que possa ser teu tesouro e luar
Que se possa fazer nascer o amor e mudar o cenário
E escrever nas tuas frases
Luar ao contrário
Fico tranquilo
Com o que não existe
Que possa fazer nascer algo
Que possa evitar que o tempo pare
E não corra feito galgo
E mesmo noutro cenário
Escreveres nas tuas frases
Luar ao contrário
Fico tranquilo mas tremem as pernas
Fico tranquilo com juras eternas
Mesmo tranquilo se falta a razão
Mesmo que escrevas no chão
Num chão de cenário
Uma frase
Com luar ao contrário

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho (Marvão, 2015)

Posted 27 de Julho de 2015 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with , ,

Largos campos são o nosso destino   1 comment

Adormecidos nos largos campos do nosso destino
Um mundo guardado por silenciosas asas que sussurram
E num rasgo de luz dourada pelo divino
Protege a nossa impossibilidade perfeita
E nos horizontes que brevemente murmuram
Um esplendor fechado investiga os nossos olhos sonhadores
Esperamos que a nossa fantasia seja a eleita
Sonhamos nossos esplendores
Carregados de idades orgulhosas e fados magníficos
A beleza da nossa alma escura é amorosa
Somos os herdeiros de uma largura infinita
Reflectida na flor e nos espinhos de uma rosa
Mas estreitada pela nossa desdita
O impossível é a insinuação do que será
A mais pura mistura da verdade
Nossa vida é e será sempre
A porta da nossa imortalidade.

 

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho (Marvão, 2015)

O teu sabor   1 comment

Naquele instante pensei
Que te perdia para sempre
Quando saíste assim
De repente
Sem olhar para mim
Foi grande a minha dor
Pensar e imaginar
Que naquele breve instante
Perdera o teu amor
Mas pensaste melhor
E num assomo de coragem
Voltaste atrás
Beijaste-me
E deixaste em mim
Para sempre
O teu sabor e imagem

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho

Posted 4 de Dezembro de 2010 by João Carvalho in Pensamentos

Tagged with , , ,

%d bloggers like this: