Largos campos são o nosso destino   Leave a comment

Adormecidos nos largos campos do nosso destino
Um mundo guardado por silenciosas asas que sussurram
E num rasgo de luz dourada pelo divino
Protege a nossa impossibilidade perfeita
E nos horizontes que brevemente murmuram
Um esplendor fechado investiga os nossos olhos sonhadores
Esperamos que a nossa fantasia seja a eleita
Sonhamos nossos esplendores
Carregados de idades orgulhosas e fados magníficos
A beleza da nossa alma escura é amorosa
Somos os herdeiros de uma largura infinita
Reflectida na flor e nos espinhos de uma rosa
Mas estreitada pela nossa desdita
O impossível é a insinuação do que será
A mais pura mistura da verdade
Nossa vida é e será sempre
A porta da nossa imortalidade.

 

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho (Marvão, 2015)

Anúncios

Posted 25 de Julho de 2017 by João Carvalho in Pensamentos

Obrigado pelo seu comentário ! João Carvalho

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: