tão impossivelmente só   Leave a comment

SONY DSC
“E como me dá prazer inventar-me ao inventar-te, nesta impossível solidão que é ter-te,
assim, tão impossivelmente só, sonho-te a sonhares os meus sonhos e eu os teus,
juntando-os depois num sonho que fica sempre por sonhar.”

 

Texto: José Manuel Arrobas

Foto: João Carvalho

Anúncios

Posted 2 de Julho de 2015 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

Obrigado pelo seu comentário ! João Carvalho

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: