Archive for Junho 2015

Se na purga por onde tiveste que caminhar   1 comment

Se na purga por onde tiveste que caminhar conseguiste discernir o que teve maior impacto.
A pedra inocente erguida pela mão feroz que te aniquilou os sentidos, ou as mãos estendidas que cuidaram e te amaram incondicionalmente como uma flor, aceitando a rajada da pedra ou o beijo do bisturí, como Destino.
Se conseguiste discernir uma coisa da outra, saindo para fora de ti mesmo, ainda assim amando, abençoada criatura, és essência pura!

Texto: © Célia Moura em https://celiamoura.wordpress.com/2015/05/29/se-na-purga-por-onde-tiveste-que-caminhar/#more-4433 

Foto: João Carvalho

Posted 21 de Junho de 2015 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

Não Esquecerei o Teu Rosto   2 comments

Não Esquecerei o Teu Rosto

Ainda que corresse veloz

Como a água desta ribeira
Onde banho meu corpo
E da gaveta onde guardo
Memórias com sabor
A alecrim
Me roubassem a chave
E perdesse a tua voz
Os teus gestos
No corredor do tempo
És eu!
Meu cálice de vida transbordante
De silêncio,
Vértice de loucura,
Linho entre minhas pernas
E jasmim nestas mãos
Que não sabem dizer-te
Adeus.

E, ainda que de prazer
Entre os nenúfares
Eu não te saboreie mais
E nenhuma prece ouvida
Verta o pranto
Da minha rendição,
A ti prometo
Não esquecerei a Luz do teu rosto.

Texto: © Célia Moura, a publicar “No hálito de Afrodite”
Foto: João Carvalho (Fronteira, Portugal, 2015)

Posted 5 de Junho de 2015 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

Photoblog no Portal “Elvasnews”, Escrita Calma   1 comment

elvasnews

Posted 3 de Junho de 2015 by João Carvalho in Outros assuntos

Dia da Criança   1 comment

SONY DSCÉ um dia em que cabem

todos os dias do ano

e as coisas mais bonitas

que não podem causar dano:

os sonhos e os brinquedos,

as festas, as guloseimas,

a sombra de alguns medos

a casmurrice das teimas

e também, com farturao

afecto e o carinho

com que se faz a ternura,

para mostrar ao mundo

que a guerra é uma loucura

e que o gosto de ser menino

é o nosso eterno destino.

 

Texto: José Jorge Letria

Foto: João Carvalho

Posted 1 de Junho de 2015 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

%d bloggers like this: