Também me custa podes crer   Leave a comment

Assim gasto e usado pela vida
Olhas para mim com desdém
Como se eu para ti
Já não fosse ninguém

É tão grande a tristeza
De ver-te com esse olhar
Que até de mim próprio
Começo a desdenhar

Estou mais velho do que queria
Também me custa, podes crer
Mas a finalidade da vida
É afinal viver ou morrer

Prefiro viver desdenhado
Gasto e usado pela vida
Desde que a teu lado
Possa fazer a despedida

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho (Estrada do Vedor, Elvas, 2011)

Anúncios

Posted 13 de Outubro de 2014 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

Obrigado pelo seu comentário ! João Carvalho

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: