A alma de um homem na sua calma   1 comment

SONY DSCNum lugar verde entre as colinas
Num pequeno vale isolado e silencioso
Que agora floresce profusamente
Ecoa um homem são, guloso e duro
Banhado pela névoa, é fresco e delicado
Como trigal de inverno e linho não maduro
Um homem humilde que nos seus anos juvenis
Sabia tanto de loucura como a que tinha feito
A sua primeira masculinidade exercera
Ficara esse amor perdido marcado no seu peito
E do sol, e do ar com brisa
As influências doces tremem por entre a sua camisa
A sua alma na calma sente a necessidade de sentir
Este caminho ou aquele caminho por cima dessas colinas
A invasão, o trovão e as raivas felinas
E todo o choque de ataque calado
E conflito indeterminado – agora dito
Por acaso e na sua ilha nativa
Carne e gemidos ecoam debaixo deste sol abençoado

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho

Anúncios

Posted 5 de Junho de 2014 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

One response to “A alma de um homem na sua calma

Subscribe to comments with RSS.

  1. Eu gosto muito do campo

     

    Quoting PhotoBlog | JC : > > > > João Carvalho posted: “Num lugar verde entre as colinas Num > pequeno vale isolado e silencioso Que agora floresce profusamente > Ecoa um homem são, guloso e duro Banhado pela névoa, é fresco e > delicado Como trigal de inverno e linho não maduro Um homem humilde > que nos seus anos ju” > > > > > >

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário ! João Carvalho

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: