Archive for Março 2012

…dormir….   Leave a comment

 

 

 

Um dia durmo aqui, ao sol. Mesmo sem ser, vivo.

 

Foto: Antonio S. Mendes

Texto: Antonio S. Mendes

Posted 29 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

escrevinhar   Leave a comment

anoto uma a uma no ar que respiro
a forma como se torna exata a minha sombra
mesmo quando o sol erra a medida
respeito o que a vida deposita na minha conta à ordem
embora nada lhe peça
não se pede nada à vida
sorrio perante a tua chuva
a chuva salgada do teu olhar
não há na minha sombra medida que meça
a caligrafia do poema
e sem medida, um poema
é apenas um escrevinhar

Texto: Raul Cordeiro

Foto: João Carvalho (Juromenha, 2012)

Posted 21 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

O Guardador de Palavras   Leave a comment

nunca fui só distância e entretanto
transmiti todos os meus lugares,
desde que o mundo é só água e palavras
... e morro na iluminura dos olhos.
sempre cresci com pretensões
avulsas, vícios,
e as qualidades das metáforas.
um dia disseram-me que a morte
era um ciclo prévio, que os dons cristalizam
perfeitamente na memória
com auréola e senhora e a dor da confirmação.
nunca quis ser só distância,
sempre houve cavalos
seguindo em minha inutilidade prosperante,
palavras comprometidas com toda a imitação
de sentimento e bicho.
sempre me esvaziei da responsabilidade 
de semear o meu tempo,
cresci ajoelhado, em constante
transmissão efémera, em constante
importância assintomática.
depois soube que o tempo castiga
um silêncio em silêncio,
e então comecei a guardar as palavras.
Texto: Tiago Nené "Relevo Móbil Num Coração de Tempo", 
publicado em "http://chaodecenario.blogspot.com/2012/03/o-guardador-de-palavras.html"
Foto: João Carvalho (Juromenha, 2012)

Posted 16 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

Um renque de árvores lá longe…   Leave a comment

Um renque de árvores lá longe, lá para a encosta.
Mas o que é um renque de árvores? Há árvores apenas.
Renque e o plural árvores não são coisas, são nomes.

Tristes das almas humanas, que põem tudo em ordem,
Que traçam linhas de coisa a coisa,
Que põem letreiros com nomes nas árvores absolutamente reais,
E desenham paralelos de latitude e longitude
Sobre a própria terra inocente e mais verde e florida do que isso!

Texto: Alberto Caeiro
Foto: João Carvalho (Juromenha, 2012)

Posted 14 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

….para todas as mulheres….   Leave a comment

 

 

[Dizem-me que hoje é o dia em que adquires outra forma e que atinges todos os lugares. As tuas mãos, são o mundo inteiro, e eu não te acompanho porque me demoro na tua voz. Hoje, acho piada ao dia em que todos dizem seres mais do que és. Tudo é meu, tudo é teu, tudo é nosso, neste, ou noutro dia qualquer. Hoje, mas não apenas hoje, conjugo o verbo mulher.]

Texto: Daniel Camacho

Foto: Miguel Carvalho, 12 anos

Posted 8 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

…no dobrar da vida….   Leave a comment

 

 

 

 

Mesmo sem água a cor rebenta. Renascem as forças, com dias apenas de sol.

Foto: António S. Mendes

Texto: António S. Mendes

Posted 5 de Março de 2012 by João Carvalho in Foto, Pensamentos

Tagged with ,

%d bloggers like this: